Topo

Papa inaugura centro médico para pessoas carentes no Vaticano

12/11/2019 12h37

CIDADE DO VATICANO, 12 NOV (ANSA) - O papa Francisco inaugurou nesta segunda-feira (11) um ambulatório temporário na praça São Pedro, no Vaticano, para oferecer atendimento gratuito a moradores de ruas, migrantes e a todos os cidadãos com dificuldades financeiras.   

A iniciativa é organizada pelo Conselho Pontíficio para a Promoção da Nova Evangelização por ocasião da Jornada Mundial dos Pobres. A estrutura ficará disponível diariamente, das 8h às 20h (horário local), até o próximo dia 17 de novembro, data em que o Pontífice presidirá a missa oficial da celebração e participará de um almoço com 1500 pessoas carentes da Itália e da Europa. A expectativa é que neste ano o centro médico atenda mais cidadãos do que em 2018, quando cinco médicos receberam 200 pessoas em menos de 24 horas, principalmente porque haverá um aumento no número de voluntários. A equipe médica contará com novos especialistas, como cardiologistas, ginecologistas, oftalmologistas, entre outros, graças à colaboração do Dicastério, presidido por dom Rino Fisichella, com o Policlínico Gemelli, a Universidade de Tor Vergata e o Hospital San Giovanni-Addolorata. A triagem dos pacientes é de responsabilidade dos enfermeiros voluntários da Cruz Vermelha Italiana e da Sociedade Italiana de Medicina Geral.   

De acordo com os organizadores, o ambulatório é uma das iniciativas criadas para combater a "indiferença", indicada pelo papa Francisco como um dos "males do nosso tempo". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias