PUBLICIDADE
Topo

Sindicatos italianos fazem protesto em Roma contra demissões

10/12/2019 10h16

ROMA, 10 DEZ (ANSA) - A capital italiana, Roma, é palco nesta terça-feira (10) de manifestações sindicais e protestos pela defesa de postos de trabalho. Os atos, organizados pelos sindicatos Cgil, Cisl e Uil na Praça Santos Apóstolos, são o primeiro de três iniciativas previstas para esta semana, batizada pelos manifestantes de "semana da mobilização pelo trabalho". O protesto de hoje também coincide com uma greve de 24 horas nos estabelecimentos do grupo siderúrgico ArcelorMittal, que recentemente anunciou sua intenção de sair da Itália, o que coloca em risco 10 mil postos de trabalho. "Precisamos de respostas da ArcelorMittal, da Alitalia, da Whirlpool, do Mercatone Uno... em todos os setores, temos vertentes abertas com ameaças ou demissões de milhares de homens e mulheres. Queremos que isso seja resolvido, além de enviarmos uma mensagem clara às multinacionais: não se vem a este país 'fazer compras' e depois jogar fora as empresas e quem trabalha nelas", criticou a secretária-geral da Cisl, Annamaria Furlan. "Enquanto não conseguirmos respostas para as questões que estão abertas há um ano, continuaremos na mobilização, na nossa luta", anunciou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias