PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Itália enviará avião para evacuar cidadãos de navio no Japão

16.fev.2020 - O navio de cruzeiro Diamond Princess, atracado na Baía de Yokohama, no Japão, com todos os passageiros em quarentena devido ao coronavírus - Behrouz Mehri/AFP
16.fev.2020 - O navio de cruzeiro Diamond Princess, atracado na Baía de Yokohama, no Japão, com todos os passageiros em quarentena devido ao coronavírus Imagem: Behrouz Mehri/AFP

16/02/2020 09h39

A Itália enviará um avião para evacuar seus 35 cidadãos que estão bloqueados dentro do navio de cruzeiro Diamond Princess, na Baía de Yokohama, no Japão, devido à epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A medida foi anunciada neste domingo (16) pelo ministro das Relações Exteriores Luigi Di Maio, após uma reunião no sábado (15) com o ministro da Saúde Roberto Speranza e com o comissário extraordinário para a emergência do coronavírus na Itália, Angelo Borrelli, também chefe do Departamento de Proteção Civil.

"Essa é a Itália que nunca deixa seus cidadãos sozinhos. Somos italianos, e ninguém deve ficar para trás", escreveu Di Maio no Facebook. Os italianos do Diamond Princess ficarão em quarentena por 14 dias em seu retorno a Roma, em uma estrutura ainda a ser definida.

O navio de cruzeiro está bloqueado na Baía de Yokohama há mais de 10 dias e leva cerca de 3,7 mil pessoas a bordo, das quais 355 testaram positivo para o Sars-CoV-2, sendo que 73 estão assintomáticas. "Até agora, já examinamos 1.219 pessoas", disse o ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato.

Até o momento, a epidemia já contaminou 68,5 mil pessoas e matou 1.670, sendo 1.665 na China continental, uma em Hong Kong, uma nas Filipinas, uma no Japão e outra na França. Já Taiwan confirmou sua primeira morte neste domingo. Trata-se de um homem de 61 anos que também sofria de diabetes e hepatite B.

Saúde