PUBLICIDADE
Topo

Circuito de Mugello sonha em substituir GP da China de F1

21/02/2020 15h03

FLORENÇA, 21 FEV (ANSA) - Com o adiamento do Grande Prêmio da China de Fórmula 1 (F1), o circuito de Mugello, no norte da Itália, sonha em receber uma prova da categoria para substituir a etapa de Xangai, que seria entre os dias 17 e 19 de abril.   


A esperança de receber a F1 foi depositada em uma nota compartilhada pelos prefeitos das cidades de Florença e Scarperia - onde a pista está localizada -, Dario Nardella e Federico Ignesti, respectivamente.   


"Ter um Grande Prêmio de F1 no circuito de Mugello seria um evento extraordinário. Garantir o sucesso de um evento de prestígio como a F1 representaria um grande desafio, mas também uma grande oportunidade. Mugello é uma instalação bonita e premiada", disse Ignesti.   


Já Nardella citou que Florença e Ferrari são sinais de "beleza e excelência". Além disso, o político afirmou que sediar uma prova da F1 "abriria oportunidades extraordinárias".   


A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) adiou a realização do GP da China no dia 12 de fevereiro em decorrência da epidemia de coronavírus. A expectativa, no entanto, é que a etapa de Xangai aconteça próximo do fim da temporada. Até o momento, a cidade possui 334 casos da doença confirmados, além de duas mortes.   


O autódromo de Mugello, na Toscana, sonha desde o ano passado em receber a F1. O diretor da pista, Paolo Poli, disse na oportunidade que pretendia incluir o circuito italiano no calendário da F1 a partir de 2025.   


O circuito foi inaugurado em 1974 e recebe anualmente as provas da MotoGP desde 1994. No entanto, a primeira vez que recebeu uma corrida da categoria foi em 1976. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias