PUBLICIDADE
Topo

Brasileiros em navio na Itália recebem visita de embaixador

04/04/2020 09h52

O vice-cônsul geral do Brasil em Roma realizou uma visita nesta sexta-feira (3) ao grupo de brasileiros que está a bordo do navio de cruzeiro Costa Victoria, atracado no porto de Civitavecchia, na Itália, em meio à pandemia do novo coronavírus.

O embaixador Daniel Falcon Lins, acompanhado pelo comandante do porto, o capitão Vincenzo Leone, teve a oportunidade de conversar com os 10 passageiros e os três tripulantes brasileiros para fornecer apoio técnico e moral aos cidadãos.

Durante a visita, o cônsul expressou seu agradecimento ao capitão do porto pelos esforços que, juntamente com as outras autoridades, foram investidos na gestão de todas as pessoas presentes a bordo do navio.

O comandante Leone, por sua vez, garantiu que "o melhor será feito para encontrar soluções mais eficazes para uma rápida definição da história".

O grupo de brasileiros está desde 25 de março confinado no navio de cruzeiro no país que, até o momento, é considerado o epicentro das mortes por Covid-19, totalizando mais de 14 mil mortes.

A viagem teve início no dia 29 de fevereiro em Mumbai, na Índia, e tinha previsão para chegar ao fim no último sábado (28), em Veneza. No entanto, os passageiros foram impedidos de desembarcar porque a Itália fechou seus portos a embarcações estrangeiras para tentar evitar a propagação do coronavírus.

Em isolamento há mais de 10 dias, os brasileiros aguardam as determinações das autoridades italianas para conseguirem desembarcar e seguirem para a quarentena em um hotel na Itália, conforme informado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Segundo o Itamaraty, "o Consulado do Brasil em Roma está acompanhando o caso e mantendo contato com os brasileiros".

"Espera-se que possam ser repatriados pela operadora do cruzeiro após o período de quarentena".

Coronavírus