PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Suíça espera ter vacina contra coronavírus em outubro

O medicamento está no estágio de teste de eficácia e de segurança e "a chance de sucesso é realista" - Getty Images
O medicamento está no estágio de teste de eficácia e de segurança e "a chance de sucesso é realista" Imagem: Getty Images

Da Ansa, em Roma

22/04/2020 16h26

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Berna apresentou hoje uma vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2), que tem chances de ficar pronta no próximo mês de outubro.

"Esta será a primeira ou uma das primeiras vacinas" a conter a pandemia do Covid-19", disse em coletiva de imprensa o chefe do Departamento de Imunologia do Hospital Universitário de Berna, Martin Bachmann, que lidera a pesquisa.

De acordo com o especialista, o medicamento está no estágio de teste de eficácia e de segurança. "A chance de sucesso é realista. A Suíça tem uma tradição de pragmatismo e está pronta para encontrar um compromisso de uma vacina o mais rapidamente".

Durante o desenvolvimento da vacina, os cientistas explicaram que a equipe suíça segue uma abordagem diferente de outros laboratórios, usando partículas semelhantes ao vírus, que não são contagiosas, ao contrário do coronavírus, e permitem boa resposta imune. Um protótipo foi desenvolvido no início de fevereiro, algumas semanas após o vírus ter sido identificado na China, e testado com sucesso em ratos de laboratório, mostrando que o soro é capaz de neutralizar o vírus.

Bachmann, que também é professor de vacinologia no Instituto Jenner da Universidade de Oxford, disse que essa sua projeção adiantada pode ser em parte justificada pela facilidade de produção, onde o equivalente a 200 litros de bio fermento bacteriano, que é necessário para as injeções, poderia produzir de 10 a 20 milhões de doses.

"A vacina é única por causa da enorme escalabilidade. Ela tem a capacidade de produzir bilhões de doses em um curto espaço de tempo", disse.

Coronavírus