PUBLICIDADE
Topo

Vulcões nos arredores de Roma são 'gêmeos adormecidos'

28/05/2020 10h26

ROMA, 28 MAI (ANSA) - Um estudo geológico revelou que os Montes Sabatini e as Colinas Albani, regiões vulcânicas situadas nos arredores de Roma, possuem uma história eruptiva similar e podem ser considerados "gêmeos adormecidos".   

A pesquisa foi realizada pelo Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) e pelas universidades La Sapienza, de Roma, e de Wisconsin, nos EUA, e publicada na revista Scientific Reports.   

As duas regiões abrigam lagos de origem vulcânica, e os pesquisadores reconstruíram suas atividades eruptivas usando diferentes técnicas de investigação, como sensoriamento remoto para analisar as deformações do solo, sistemas de datação de rochas e informações históricas sobre movimentos sísmicos.   

O estudo demonstrou que, apesar de a última erupção do Monte Sabatini ter ocorrido há cerca de 70 mil anos, tanto essa região como as Colinas Albani não podem ser consideradas "vulcões extintos".   

"Ambas se encontram em um estado que podemos definir como dormente. É um sono profundo e tranquilo nos Montes Sabatini e inquieto nas Colinas Albani", declarou o coordenador do estudo, Fabrizio Marra.   

No entanto, segundo o pesquisador, as duas regiões, caso "despertem", manifestarão "amplos sinais antes de uma eventual retomada da atividade eruptiva". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias