PUBLICIDADE
Topo

Família quer revelar estado de saúde de Schumi, diz Todt

20/07/2020 12h26

ROMA, 20 JUL (ANSA) - O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, revelou neste domingo (19) que a família do heptacampeão da Fórmula 1, Michael Schumacher, está "trabalhando" para que o alemão realize a sua primeira aparição pública desde o acidente de esqui em 2013.   


Em uma entrevista ao tablóide britânico "Daily Mail", o ex-chefe de equipe da Ferrari afirmou que visitou Schumi na semana passada. Além disso, o dirigente confirmou que a família do alemão está trabalhando para que o "mundo possa vê-lo novamente".   


"Eu vi Michael na semana passada e espero que o mundo o veja em breve também, é para isso que ele e sua família estão trabalhando. Schumacher está lutando", afirmou Todt.   


No dia 29 de dezembro de 2013, Schumacher se desequilibrou quando esquiava em uma pista de esqui em Méribel, no sul da França, e bateu a cabeça em uma rocha. O impacto gerou graves lesões cerebrais.   


A família, no entanto, tenta manter seu estado de saúde em silêncio absoluto. Em uma das raras declarações públicas sobre o assunto, Corinna Betsch, esposa de Schumi, deu a entender que o alemão segue reagindo lentamente. Schumacher, de 51 anos de idade, nunca mais foi visto em público desde o acidente.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.