PUBLICIDADE
Topo

MP denuncia Alckmin por lavagem de dinheiro e corrupção

23/07/2020 10h54

SÃO PAULO, 23 JUL (ANSA) - O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) denunciou nesta quinta-feira (23) o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) por falsidade ideológica eleitoral, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.   


De acordo com as investigações conduzidas pela força-tarefa do MP estadual, Alckmin recebeu R$ 2 milhões em dinheiro vivo da empreiteira Odebrecht durante a campanha para o governo de São Paulo em 2010. Além disso, o político embolsou outros R$ 9 milhões no pleito de 2014, quando garantiu sua reeleição.   


Na semana passada, o ex-governador foi indiciado pela Polícia Federal (PF) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa dois eleitoral.   


Segundo o MP, as doações da Odebrecht recebidas por Alckmin não foram registradas nas prestações de conta do político de 67 anos.   


Alckmin foi governador de São Paulo entre 2001 e 2006 e de 2011 a 2018, quando renunciou ao cargo para entrar como candidato nas eleições presidenciais. No entanto, o tucano recebeu apenas 4,76% dos votos válidos, sendo o pior resultado da história do PSDB em uma disputa para o Planalto.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.