PUBLICIDADE
Topo

Itália dará carteiras, máscaras e testes para escolas

13/08/2020 16h45

ROMA, 13 AGO (ANSA) - O governo da Itália anunciou que disponibilizará milhares de novas carteiras, máscaras de proteção, testes sorológicos e álcool em gel para as escolas do país tendo em vista o retorno das aulas após a pandemia de coronavírus.   

Ontem (12), a administração do primeiro-ministro Giuseppe Conte fechou 11 contratos com empresas, em sua maioria italianas, para o fornecimento de cerca 2,5 milhões de novas carteiras e cadeiras para as escolas locais A expectativa é de que a entrega aconteça no próximo dia 12 de setembro, dois dias antes do início do ano letivo. "As carteiras serão entregues a partir dos primeiros dias de setembro e até o mês de outubro" e "a distribuição das carteiras nas várias instituições decorrerá de acordo com um calendário nacional que levará em conta as atuais prioridades de escola e saúde nos vários territórios, garantindo assim o início normal do ano letivo", explica o Comissário para a Emergência Domenico Arcuri.   

Com isso, as bancadas antigas serão substituídas por carteiras individuais levando em consideração as regras de distanciamento social contra a Covid-19.   

De acordo com Arcuri, também está prevista a realização de uma triagem preventiva por meio de 2 milhões de testes sorológicos gratuitos para professores e funcionários não docentes de todas as escolas.   

Além disso, haverá a distribuição gratuita de 11 milhões de máscaras cirúrgicas e pelo menos 50 mil litros de álcool em gel por dia nas instituições.   

Na semana passada, a ministra da Educação da Itália, Lucia Azzolina, já havia anunciado que o governo contratará mais de 84 mil professores temporários para a retomada das aulas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.