PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA anunciam novas sanções contra Irã e Venezuela

Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, citou trabalho em Teerã com a Venezuela "para contornar o embargo sobre a venda de armas para o Irã" - MIKE SEGAR
Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, citou trabalho em Teerã com a Venezuela "para contornar o embargo sobre a venda de armas para o Irã" Imagem: MIKE SEGAR

Da ANSA, em Washington (EUA)

21/09/2020 13h27

Os Estados Unidos anunciaram hoje mais uma leva de sanções contra os governos e a economia do Irã e da Venezuela. Participaram da sessão o secretário norte-americano de Estado, Mike Pompeo, o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e o assessor de Segurança Nacional, Robert O'Brien.

Segundo explicação formal, a decisão afetará o Ministério da Defesa de Teerã, a Organização para a Energia Atômica do Irã (AEOI) e também atingirá diretamente o presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

"Por ao menos dois anos, os corruptos funcionários de Teerã trabalharam com o regime ilegítimo da Venezuela para contornar o embargo sobre a venda de armas para o Irã", disse Pompeo.

O'Brien, por sua vez, alertou que a medida de hoje é para "ser ouvida em todo o mundo" e que essa será a postura de Washington contra "qualquer país, empresa ou pessoa que contribua para a venda, fornecimento ou transferência de armas para a República Islâmica do Irã".

Há semanas os norte-americanos tentam reimpor sanções contra o governo de Teerã por supostas violações do acordo nuclear firmado em 2015. No entanto, a postura do Conselho de Segurança das Nações Unidas é contrária a reintrodução das punições.

Internacional