PUBLICIDADE
Topo

Brasil ultrapassa marca de 170 mil mortes na pandemia de Covid

24/11/2020 19h20

SÃO PAULO, 24 NOV (ANSA) - O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) informou nesta terça-feira (24) que o Brasil superou a triste marca de 170 mil mortes decorrentes do novo coronavírus (Sars-CoV-2) desde o início da pandemia.   


Segundo o boletim, o país registrou mais 630 óbitos no período de 24 horas, elevando o número total para 170.115 vítimas da Covid-19, com uma taxa de mortalidade de 81 pessoas para cada 100 mil habitantes.   


Em relação aos casos, o território brasileiro contabiliza 6.118.708 contágios desde março, com um acréscimo de 31.100 entre ontem (23) e hoje (24). A taxa de letalidade é de 2,8%.   


Ainda de acordo com o Conass, a incidência da doença chegou a 2.911,6 a cada 100 mil cidadãos. A média móvel dos óbitos nos últimos sete dias está em 488 e a de casos é de 29.564.   


São Paulo continua sendo o estado, em números absolutos, a contabilizar mais mortes, com 41.455, seguido por Rio de Janeiro, com 22.141, Minas Gerais (9.804), Ceará (9.492) e Pernambuco (8.951).   


Em relação à quantidade de casos da Covid-19, o Conass informa que São Paulo é o estado com mais casos em termos absolutos (1.215.844), seguido por Minas Gerais (399.536), Bahia (387.786) e Rio de Janeiro (340.833).   


Os dados são divulgados no dia em que um estudo do Imperial College de Londres, no Reino Unido, apontou que a taxa de transmissão (Rt) do novo coronavírus Sars-CoV-2 para essa semana no Brasil é a maior desde maio. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.