PUBLICIDADE
Topo

Maradona não se desculpou, diz inglês que levou gol de mão em 86

26/11/2020 12h46

ROMA, 26 NOV (ANSA) - O ex-jogador Peter Shilton, goleiro inglês que levou o famoso gol de mão de Diego Maradona na Copa do Mundo de 1986, afirmou que o ex-craque nunca se desculpou pelo lance.   


Shilton, que defendeu ao longo da carreira equipes como Leicester City, Nottingham Forest e Southampton, não escondeu o rancor que ainda existe pela jogada que originou a "mão de Deus".   


"Minha vida sempre foi muito ligada ao Maradona, ainda que da forma que eu não gostaria. Ele tinha grandeza, mas nenhum espírito esportivo. O que eu não gosto é que ele nunca se desculpou. Em nenhuma situação ele disse que tinha trapaceado.   


Ao invés disso, ele usou a história da 'Mão de Deus'", disse o ex-atleta em entrevista ao tabloide "Daily Mail".   


Ao relembrar da histórica partida entre Inglaterra e Argentina pelas quartas de final do Mundial de 1986, Shilton apontou que segundo gol do país sul-americano, emblemático por Maradona ter driblado quase o time inteiro dos ingleses, só aconteceu por causa da "Mão de Deus".   


"Não me importo o que as pessoas dizem, aquilo ganhou o jogo para a Argentina. Ele fez um brilhante segundo gol quase que imediatamente, mas ainda estávamos nos recuperando do que havia acontecido. Aquilo me incomodou pelos anos seguintes, não minto sobre isso", relembrou o ex-goleiro.   


Shilton também lamentou a morte do ex-craque argentino e definiu Maradona como o melhor jogador contra quem já jogou. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.