PUBLICIDADE
Topo

Maradona estaria vivo se tivesse jogado na Juve, diz ex-jogador

27/11/2020 13h40

NÁPOLES, 27 NOV (ANSA) - O ex-zagueiro Antonio Cabrini, campeão Mundial com a Itália em 1982, declarou que o ex-craque Diego Maradona ainda estaria vivo se tivesse defendido a Juventus em vez do Napoli.   


Cabrini, que defendeu a Velha Senhora entre 1976 e 1989, fez o comentário em uma entrevista à emissora italiana "Irpinia".   


"Maradona ainda estaria vivo se estivesse na Juve e não no Napoli. Uma lenda viva e um grande adversário que, como tantos outros campeões, soube dar o melhor e o pior ao mesmo tempo. Ele ainda estaria aqui conosco se tivesse jogado na Juventus, pois o meio o teria salvado, não o clube, mas o próprio ambiente. O amor de Nápoles era tão forte e autêntico que era doentio", disse Cabrini.   


Maradona era dono de uma grande habilidade e ganhou fama no mundo inteiro por suas atuações com a camisa do Napoli, o que resultou na vitória dos primeiros título do time da cidade na Série A, nas temporada 1986/87 e 1989/90.   


Até a chegada de Maradona, o clube azzurro tinha apenas dois títulos de Copa da Itália nos torneios de elite, mas o argentino o transformou em uma potência no sul do país, desafiando os gigantes do norte, como Juventus, Milan e Inter de Milão.   


Cabrini foi revelado pela Cremonese e tem passagens por Atalanta, Juventus e Bologna. Pela Velha Senhora, o ex-defensor conquistou 13 títulos, entre eles seis Campeonatos Italianos e uma Liga dos Campeões. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.