PUBLICIDADE
Topo

Itália: Pela 1ª vez, MP de Milão será liderado por uma mulher

03/12/2020 14h51

ROMA, 3 DEZ (ANSA) - O Conselho Superior de Magistratura (CSM) da Itália nomeou nesta quinta-feira (03) Francesca Nanni, 60 anos, para assumir o cargo de procuradora-geral de Milão. Com os 14 votos favoráveis recebidos, a magistrada se torna assim a primeira mulher a assumir a função.   

O cargo, que já teve como líder Francesco Saverio Borrelli, um dos responsáveis pela histórica operação "Mãos Limpas, no entanto, não é o primeiro conquistado por Nanni com pioneirismo.   

A juíza, que atua no setor desde 1986, foi a primeira mulher a ser nomeada procuradora-geral de Cuneo, em 2010, e também a primeira líder do MP de Cagliari, oito anos depois.   

Desde que entrou para a magistratura, Nanni sempre atuou no Ministério Público e liderou investigações de sequestros, extorsões e corrupção de prefeitos e vice-prefeitos. De 1992 em diante, quando atuava em Gênova, focou sua atuação em crimes contra a administração pública e em ações antimáfia.   

Apesar das mulheres representarem a maioria dos juízes em atuação na Itália, elas estão longe de ter uma igualdade de atuação quando se fala em cargos de direção: três em cada quatro cargos de comando são de homens. Entre os procuradores-gerais, elas representam apenas 14% do quadro. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.