PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Itália permitirá entrada de residentes vindos do Brasil

26/02/2021 20h04

ROMA, 27 FEV (ANSA) - O governo italiano assinará um novo decreto com medidas sanitárias para o combate à pandemia do coronavírus Sars-CoV-2, no qual explica sobre a entrada de residentes provenientes do Brasil.   

Segundo o esboço com as novas regras, as pessoas que permaneceram ou passaram pelo Brasil nos últimos 14 dias poderão entrar no território italiano apenas para chegar em sua residência ou no domicílio de filhos menores de idade.   

Desde que o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, prorrogou a proibição de voos vindos do Brasil por conta da variante do coronavírus, no último dia 13 de fevereiro, o país já estava admitindo a entrada de quem tem residência na Itália ou para casos excepcionais. Desta forma, a única diferença é que o novo decreto inclui a permissão para os cidadãos que têm filhos menores no país.   

Além desta possível alteração, o rascunho com as novas regras prevê a manutenção do toque de recolher das 22h às 5h da manhã seguinte. Neste horário, serão permitidos deslocamentos apenas por trabalho, situações de necessidade ou por motivos de saúde.   

De acordo com o texto, salões de cabeleireiros e barbeiros nas regiões classificadas como "zona vermelha" devem permanecer fechados. Atividades em discotecas, feiras, eventos e congressos também ficarão suspensas, mesmo na faixa branca.   

Já as escolas vão manter as aulas presenciais para os alunos do ensino básico e fundamental, enquanto que para o médio as aulas presenciais serão "no mínimo 50% e no máximo 75%". No entanto, todas as regras dos protocolos sanitários devem ser respeitadas, incluindo o distanciamento social.   

Os restaurantes poderão lotar as mesas com no máximo quatro pessoas até às 18h. Após esse horário, "é proibido o consumo de alimentos e bebidas em locais públicos e abertos ao público".   

O governo italiano ainda proibirá "festas em locais fechados e ao ar livre, inclusive aquelas decorrentes de cerimônias civis e religiosas". O trecho do decreto anterior que recomendava os italianos a não receberem visitas em suas casas foi retirado.   

A previsão é de que as novas regras entrem em vigor a partir do dia 6 de março e sejam válidas até 6 de abril, inclusive na Páscoa.   

Cultura - Depois de quase um ano de portas fechadas, teatros, salas de concerto, cinemas e outras espaços culturais serão reabertos ao público a partir de 27 de março, embora a medida seja válida apenas nas áreas amarelas.   

Os locais, porém, terão que respeitar o distanciamento social de pelo menos um metro e as poltronas terão que ser reservadas com antecedência. Já os eventos envolvendo confraternizações em espaços fechados ou ao ar livre ficam suspensos quando não for possível garantir o cumprimento das condições sanitárias. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.