PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Antes de visita do Papa, núncio do Vaticano no Iraque pega Covid

28/02/2021 10h31

CIDADE DO VATICANO, 28 FEV (ANSA) - O núncio apostólico do Vaticano no Iraque, monsenhor Mitja Leskovar, foi diagnosticado com o novo coronavírus Sars-CoV-2, informaram autoridades da Nunciatura de Bagdá neste sábado (27).   

O religioso, de 51 anos de idade, é embaixador da Santa Sé no Iraque desde 1º de maio de 2020 e deveria acompanhar o Papa Francisco em sua viagem ao país no Oriente Médio, marcada para 5 a 8 de março.   

De acordo com relatos, Leskovar foi colocado em quarentena, enquanto que os representantes da Nunciatura foram submetidos a testes para detectar o coronavírus Sars-CoV-2. Todas as instalações do local foram desinfetadas.   

Francisco chegará em Bagdá, capital do Iraque, no dia 5 de março e se reunirá com o primeiro-ministro, Mustafa al-Kadhimi, e com o presidente Barham Salih, além de lideranças da Igreja.   

No dia seguinte, o Papa viaja para Najaf, onde se reúne com o grão-aiatolá Ali al-Sistani, principal clérigo xiita do país, e de lá parte para Ur. No mesmo dia, volta para Bagdá e celebra uma missa na Catedral Caldeia de São José.   

Em 7 de março, Francisco segue para um encontro em Irbil e depois sobrevoa Mosul, a "capital" do EI durante o "califado".   

Antes de retornar para Irbil, ele vai para Qaraqosh para a celebração de uma missa. O Pontífice parte de volta para Roma no dia 8 de março saindo de Bagdá.   

Tanto Francisco como os clérigos e os jornalistas que participarão da viagem já receberam a vacina contra a Covid-19.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.