PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Itália deve recomendar dose única de vacina para curados

Itália deve recomendar dose única de vacina para curados -                                 Reuters/Imago Imagens/Direitos reservados
Itália deve recomendar dose única de vacina para curados Imagem: Reuters/Imago Imagens/Direitos reservados

01/03/2021 17h28

A Agência de Medicamentos da Itália (Aifa) teria demonstrado ser favorável a aplicação de apenas uma dose da vacina contra o novo coronavírus Sars-CoV-2 em pessoas curadas da Covid-19 há seis meses.

A indicação, segundo apuração feita nesta segunda-feira (1º) pela ANSA, seria destinada a uma campanha de vacinação de cidadãos que já contraíram a doença. A expectativa é de que o parecer seja acrescentado em uma nova circular do Ministério da Saúde.

A possível recomendação segue pesquisas sobre o desenvolvimento de anticorpos em pessoas que já foram contaminadas com a Covid e seria importante para o país, já que garantiria mais doses de imunizantes disponíveis.

Além disso, confirmaria a hipótese de que quem está curado da doença pode ter menor risco de se reinfectar, pelo menos em um período limitado de tempo.

No mês passado, a França se tornou o primeiro país a recomendar a administração de apenas uma dose da vacina para curados, porque essas pessoas "já desenvolveram memória imunológica durante a infecção".

A solução já havia sido mencionada em diversos estudos realizados nos Estados Unidos e na Itália. Além dos benefícios para a saúde, os cientistas apontam que a decisão poderia economizar ampolas dos imunizantes em um contexto de oferta restrita.

Internacional