PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

China projeta aumento de quase 7% do orçamento militar para 2021

05/03/2021 11h29

PEQUIM, 5 MAR (ANSA) - A China divulgou nesta sexta-feira (5) que pretende aumentar em 6,8% o seu orçamento destinado a despesas militares em 2021. O montante gasto por Pequim já é o segundo maior do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.   

No ano passado, a alta foi de 6,6% na comparação com 2019.   

Segundo o relatório do Ministério das Finanças, publicado às vésperas do Congresso Nacional do Povo, a sessão especial anual do Parlamento chinês, a despesa para a Defesa será de exatos 1.355,34 bilhões de yuans (quase R$ 1,4 bilhão).   

Apesar do aumento, o orçamento militar ainda permanece três vezes menor do que o dos "rivais" norte-americanos. O valor de Washington para o setor corresponde ainda a 40% de tudo que é gasto por governos em escala global para a defesa.   

O documento oficial estima que a economia da China deve voltar a ter forte crescimento, "de mais de 6%", já deixando para trás os efeitos negativos causados pela pandemia de Covid-19. Em 2020, a alta foi de "apenas" 2,3%, sendo que a China foi a única potência global - e uma das únicas nações do mundo - a apresentar crescimento econômico.   

A inflação deve ficar "por volta dos 3%" para 2021.   

Na questão do emprego, o governo planeja criar 11 milhões de novos postos de trabalho nas áreas urbanas e manter a taxa de desocupação em 5,5%. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.