PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Bruno Covas será sepultado em Santos, litoral de SP

16/05/2021 11h08

SÃO PAULO, 16 MAI (ANSA) - O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), que morreu vítima de câncer neste domingo (16), será sepultado no Cemitério do Paquetá, em Santos, no litoral, cidade natal do político.   


O enterro será realizado ainda hoje no mesmo cemitério que seu avô, Mário Covas, foi sepultado há 20 anos após morrer em decorrência da mesma doença.   


O corpo de Bruno será velado a partir das 13h (horário local), no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, e será reservado para 20 pessoas. Na sequência, será feito um cortejo fúnebre em carro aberto para Santos, que deve percorrer a região central da cidade. As despedidas serão reservadas apenas para familiares e amigos próximos.   


A prefeitura da cidade no litoral de São Paulo já mobilizou a Guarda Civil Municipal (GCM) para o cemitério para evitar aglomerações devido à pandemia de Covid-19.   


Segundo comunicado oficial dos médicos Luiz Francisco Cardoso e Ângelo Fernandez, do hospital Sírio-Libanês, Covas morreu "em decorrência de um câncer da transição esôfago gástrica, com metástase ao diagnóstico, e suas complicações após longo período de tratamento".   


O prefeito licenciado nasceu em Santos, no dia 7 abril de 1980, e é filho de Pedro Lopes, engenheiro da Autoridade Portuária de Santos, e Renata Covas, a única filha mulher de Lila e Mário Covas, que foi governador do estado de São Paulo entre 1995 e 2001 e faleceu em 6 de março de 2001, também vítima de câncer.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.