PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Mortes por chuvas e inundações na China chegam a 69

Autoridades da China alertaram para os riscos de mais chuvas por conta da passagem do tufão In-Fa - China Daily/ Reuters
Autoridades da China alertaram para os riscos de mais chuvas por conta da passagem do tufão In-Fa Imagem: China Daily/ Reuters

26/07/2021 09h15Atualizada em 26/07/2021 10h19

A quantidade de vítimas da forte onda de mau tempo que atinge a província de Henan, na área central da China, subiu para 69 e há ainda, ao menos, cinco desaparecidos, informam as autoridades locais nesta segunda-feira (26). A área está sendo atingida por chuvas torrenciais desde o dia 16 de julho.

Durante a coletiva de imprensa, as autoridades alertaram para os riscos de mais chuvas por conta da passagem do tufão In-Fa até a quinta-feira (29) e pediram que a população siga as orientações para deixar as áreas mais alagadas.

Até o momento, quase 500 mil pessoas foram evacuadas de diversas cidades da província naquelas que são consideradas as piores chuvas "em mais de mil anos". A capital de Henan, Zhengzhou, registrou em três dias toda a quantidade de água que era esperada para o ano de 2021.

O In-Fa, apesar de ter perdido um pouco de força após chegar ao território chinês com ventos de quase 140 km/h, deve causar mais inundações, especialmente, nas cidades de Xinyang, Zhumadian e Zhoukou.

Os danos financeiros provocados pelas inundações já estão na casa dos bilhões de dólares, além de mais de 200 mil hectares de plantações destruídas.

Internacional