PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Incêndios na Itália atingem praia e afetam transporte férreo; veja

Os incêndios na Itália chegaram às praias de Pescara. Muitas estruturas temporárias, além de guarda-sóis e cadeiras, foram destruídas pelas chamas - Reprodução
Os incêndios na Itália chegaram às praias de Pescara. Muitas estruturas temporárias, além de guarda-sóis e cadeiras, foram destruídas pelas chamas Imagem: Reprodução

02/08/2021 12h30

Os incêndios que se espalham pelo centro e sul da Itália provocaram uma cena diferente neste domingo (1º): a intensidade das chamas foi tão forte que chegou a atingir as praias de Pescara. Muitas estruturas temporárias, além de guarda-sóis e cadeiras, foram destruídas pelas chamas.

"Parecia que tinham lançado uma bomba atômica ontem à tarde. Nós temos 16 palmeiras, um gazebo e uma centena de cadeiras queimadas. Foram cenas inacreditáveis. Meu filho, Marco, saiu para ajudar as pessoas na areia e eu precisei ir para o hospital. Só conseguimos salvar poucas coisas. Nunca vi nada assim", contou o comerciante Aldo Schiavone ao jornal local "Il Tramonto".

Além de Pescara, que está localizada na região de Abruzzo, os incêndios também atingiram áreas da Sicília e da Sardenha.

Imagens gravadas pelo helicóptero dos bombeiros mostram a intensidade das chamas:

"Ontem nós tivemos um dia dramático, com mais de 50 pedidos de socorro no centro-sul do país", disse o chefe da Defesa Civil, Fabrizio Curcio, à emissora Canale 5.

Curcio ainda afirmou que o governo está avaliando a ativação do mecanismo da União Europeia para receber apoio aéreo de outros países-membros para controlar os focos de incêndio.

Além da destruição, os focos de fogo espalhados afetaram o transporte coletivo, especialmente ferrovias, tanto em Pescara como em Bari. Cerca de 200 passageiros chegaram a ficar retidos na estação de Lecce porque os trens não tinham como sair para outros destinos por conta de incêndios próximos à linha férrea

Internacional