PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Brasil fatura mais 1 ouro e 2 bronzes nas Olimpíadas

03/08/2021 08h14

SÃO PAULO, 3 AGO (ANSA) - O Brasil faturou mais três medalhas nesta terça-feira (3) nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão.   


Os principais destaques foram o ouro da dupla Martine Grael e Kahena Kunza na vela e o histórico bronze de Alison dos Santos nos 400m com barreiras.   


Na baía de Enoshima, Grael e Kunza faturaram o terceiro ouro do país na atual edição do megaevento esportivo na disputa da classe 49erFX da vela. As brasileiras ficaram na frente das duplas da Holanda e da Alemanha.   


Essa foi a 19ª medalha da história da vela brasileira em Olimpíadas e a dupla conseguiu entrar em uma seleta lista de atletas do país bicampeões olímpicos.   


Já Alison, que é mais conhecido como "Piu", ficou com o bronze nos 400m com barreiras e se tornou o primeiro brasileiro a subir ao pódio em uma prova individual de pista depois de mais de 30 anos. As últimas medalhas do país na modalidade foram com Joaquim Cruz (prata) nos 800m e Robson Caetano (bronze) nos 200m nas Olimpíadas de Seul, em 1988.   


Apesar do forte calor no Estádio Olímpico de Tóquio, Piu fez uma grande exibição e atingiu a marca de 46s72, estabelecendo um novo recorde sul-americano. O brasileiro, no entanto, ficou atrás do norueguês e novo recordista mundial (45s94) Karsten Warholm e do norte-americano Rai Benjamin (46s17).   


Embora Abner Teixeira tenha perdido para o cubano Julio La Cruz na semifinal, o brasileiro faturou a medalha de bronze no boxe, já que não há disputa de terceiro lugar na modalidade.   


Teixeira conquistou o quarto bronze do boxe brasileiro na história das Olimpíadas, mas o número poderá aumentar em breve, pois Hebert Conceição e Bia Ferreira avançaram às semifinais em suas categorias.   


O Brasil já faturou 13 medalhas na atual edição dos Jogos, sendo três ouros, três pratas e sete bronzes. Até o momento, o país ocupa a 18ª colocação do ranking geral. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.