PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Dono da Inter é criticado por provável venda de Lukaku

05/08/2021 12h42

SÃO PAULO, 5 AGO (ANSA) - A Internazionale está no centro da janela de transferências europeia em função das negociações com o Chelsea para a venda do centroavante Romelu Lukaku, um dos heróis do Scudetto dos nerazzurri na temporada passada da Série A. As ações da diretoria do clube neste mercado levantaram questionamentos por parte da torcida.   


De acordo com a emissora "Sky Sport", o Chelsea está disposto a oferecer até 120 milhões de euros (cerca de R$740 milhões) para tirar o jogador belga, de 28 anos de idade, da região da Lombardia. Além disso, o próprio Lukaku teria pedido à Inter para aceitar a próxima oferta dos Blues.   


A imprensa local revelou que os londrinos fizeram uma primeira proposta avaliada em 100 milhões de euros (por volta de R$ 617 milhões) e ainda incluíram o lateral-esquerdo Marcos Alonso na negociação. Em contrapartida, a oferta do Chelsea foi recusada pela diretoria interista.   


O clube italiano não quer vender Lukaku, tendo em vista a importância dele para o elenco, mas a quantia oferecida pelo Chelsea pode seduzir a diretoria, que vem realizando uma grande reestruturação financeira para reduzir a folha salarial.   


A primeira vítima deste processo foi o técnico Antonio Conte, que liderou o time rumo ao título da Série A. O comandante não ficou satisfeito com os planos do clube e rescindiu seu contrato, que tinha mais uma temporada de duração. Outra baixa foi o lateral Achraf Hakimi, vendido ao Paris Saint-Germain por cerca de 70 milhões de euros.   


Conte, que obteve 62 vitória em 100 partidas, foi substituído por Simone Inzaghi, da Lazio. Os estilos dos dois treinadores são bem semelhantes, mas o ex-jogador não herdará as mesmas peças e receberá um salário bem inferior em comparação com seu antecessor.   


Inzaghi também poderá não contar com o meio-campista Christian Eriksen, que sofreu um mal súbito no meio de um jogo da Eurocopa. O dinamarquês colocou um desfibrilador implantável, mas os protocolos médicos do futebol italiano não permitem que o atleta atue no país com o dispositivo.   


O desmembramento do elenco nerazzurro preocupa os torcedores, que sonham em celebrar mais títulos na próxima temporada. Nas redes sociais, os interistas mostram constantemente o descontentamento com o rumo tomado pela equipe italiana.   


Um dos melhores atacantes da atualidade, Lukaku anotou 24 gols e deu 11 assistências na última edição da liga. O jogador defendeu o Chelsea entre 2011 e 2013, mas não conseguiu se firmar no time comandado pelo português André Villas-Boas.   


A mídia local aponta que o colombiano Duván Zapata, da Atalanta, é um dos nomes favoritos para substituir Lukaku no caso de partida do belga. Tammy Abraham, do Chelsea, e Andrea Belotti, do Torino, também são outros atletas possivelmente sondados.   


A Internazionale estreará na próxima edição do Campeonato Italiano no dia 21 de agosto contra o Genoa, em Milão. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.