PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Rússia vai suspender missão da Otan em Moscou em 1º de novembro

18/10/2021 11h03

MOSCOU, 18 OUT (ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, anunciou nesta segunda-feira (18) que vai suspender a missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Moscou a partir do dia 1º de novembro.   

A afirmação foi dada pelo próprio chanceler em entrevista para a agência de notícias estatal Tass e foi justificada por conta da revogação de credenciamento de oito funcionários da missão russa em Bruxelas no início de outubro.   

Para a Otan, os representantes eram "agentes de inteligência da Rússia não declarados", em outras palavras, eram espiões, e deveriam deixar o país até o fim de outubro.   

"Em resposta às ações da Otan, nós estamos suspendendo as atividades da missão militar da Otan em Moscou e vamos revogar os credenciamentos de todo o staff a partir de 1º de novembro.   

Se a Otan tiver alguma urgência, pode contatar nosso embaixador na Bélgica para resolver os problemas", disse Lavrov.   

Após a entrevista, a organização disse que não recebeu nenhuma notificação formal de Moscou.   

"Nós tomamos conhecimento dos comentários do ministro Lavrov à mídia, mas todavia, não recebemos nenhuma comunicação oficial sobre as questões apresentadas", disse a porta-voz da Otan, Oana Lungescu.   

A missão da entidade em Moscou e a da Rússia em Bruxelas tinha como objetivo "melhorar o conhecimento e a compreensão de ações de maneira mútua".   

Depois de uma cisão mais profunda, ocorrida em 2014, após a anexação da Crimeia, que pertencia à Ucrânia, ao território russo, isso foi o que sobrou da cooperação entre os dois lados.   

Até aquele momento, havia uma cooperação mais prática entre Rússia e Otan, mas nos últimos anos ocorreram apenas algumas reuniões esporádicas entre ambos. (ANSA).   

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.