PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Mourinho assume culpa por vexame da Roma na Noruega

22/10/2021 11h16

SÃO PAULO, 22 OUT (ANSA) - Um dos maiores vexames da história da Roma foi destaque nesta sexta-feira (22) nos principais jornais da Noruega, que celebraram a façanha do Bodo/Glimt na Conference League.   


Já o técnico português José Mourinho, por sua vez, assumiu a responsabilidade pela derrota.   


O jornal norueguês "Dagbladet" destacou que a goleada do Bodo/Glimt está sendo comentada no "mundo inteiro", enquanto o "Aftenposten" comentou que o resultado é praticamente "irreal", como em um sonho.   


A histórica vitória do Bodo/Glimt também foi repercutida entre os principais jornais esportivos da Itália. O "Gazzetta dello Sport", por exemplo, definiu a derrota dos giallorossi como uma "vergonha infinita". O "Tuttosport", no entanto, escreveu que a humilhação foi "inaceitável".   


A acachapante derrota da Roma obrigou Mourinho a cancelar a folga do elenco, que treinou ao longo da manhã desta sexta.   


Apesar do resultado ainda estar muito fresco na memória, o clube da capital precisa se preparar para o duelo contra o Napoli, que acontecerá no domingo (24), no Estádio Olímpico.   


Essa foi a primeira vez que uma das equipes do multicampeão comandante português sofreu seis gols em um único jogo. Após a partida, Mourinho reclamou da profundidade do seu atual elenco e assumiu a responsabilidade pela derrota.   


"Eu que decidi jogar com essa formação, por isso a responsabilidade é minha. Eu fiz com boas intenções, principalmente para dar oportunidade aos outros jogadores e fazer o elenco rodar, escolhi dar um descanso a vários atletas.   


Perdemos para um time que mostrou mais qualidade, simples assim.   


Eu conhecia os limites deste elenco, não é novidade, mas esperava uma resposta melhor", comentou o treinador.   


Se formos analisar os números, essa foi a quarta pior derrota da história da Roma, mas se levarmos em conta o nível do rival, o resultado pode se encaixar como o maior vexame do clube da capital. A maior goleada sofrida pelos giallorossi aconteceu em 1935, pela extinta Mitropa, quando os italianos perderam por 8 a 0 para o Ferencvaros, da Hungria. No entanto, o rival alviverde era uma grande potência europeia na época.   


Além disso, a Roma se tornou a primeira equipe europeia a sofrer ao menos seis gols em jogos das três principais competições da Uefa, que são a Conference League, a Europa League e a Champions League.   


O desastre da Roma não passou despercebido pelos torcedores da rival Lazio, que relembraram a histórica derrota por 7 a 1 diante do Bayern de Munique, pela Liga dos Campeões, em pleno Olímpico. O mais curioso é que essa derrota dos giallorossi, que foi em 2014, aconteceu exatamente no mesmo dia que a goleada sofrida contra o Bodo/Glimt.   


Os torcedores da Roma que estavam no Aspmyra Stadion, na Noruega, voltaram para a Itália de cabeça cheia. O meio-campista Lorenzo Pellegrini, capitão do time romano, tentou presentear os fãs com sua camisa, mas a peça foi rejeitada pelo grupo de cerca de 400 pessoas. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.