PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Milão restabelece uso de máscara ao ar livre no centro da cidade

Restaurante no centro de Milão, na itália - Getty Images
Restaurante no centro de Milão, na itália Imagem: Getty Images

27/11/2021 12h13

A Prefeitura de Milão restabeleceu neste sábado (27) a obrigatoriedade do uso de máscaras a céu aberto no centro da cidade para tentar conter uma nova onda de casos de covid-19.

A medida foi determinada pelo prefeito de centro-esquerda Giuseppe Sala e valerá pelo menos até 31 de dezembro, das 10h às 22h. Quem for pego desrespeitando a norma estará sujeito a multas de 280 a 400 euros (de R$ 1,8 mil a R$ 2,5 mil pela cotação atual).

"Vamos aproveitar a atmosfera natalina do centro com o pequeno sacrifício de usar máscara", escreveu Sala no Facebook. A utilização do dispositivo ao ar livre não é obrigatória na Itália, desde que a região esteja na faixa branca de risco epidemiológico, regime que hoje engloba todo o país.

Ainda assim, prefeitos já se movimentam de forma independente para restabelecer a obrigatoriedade pelo menos nas zonas de maior circulação.

Também neste sábado, o técnico do Milan, Stefano Pioli, e o capitão Alessio Romagnoli divulgaram um apelo pedindo para os torcedores usarem máscaras no San Siro.

"Recordamos quem sofreu por causa da pandemia, agradecemos a quem se esforçou e ainda se esforça contra a Covid, mas agora precisamos nos lembrar que a partida ainda não acabou. Se quisermos vencer de verdade, respeitemos as regras e usemos máscara", disse Pioli em vídeo publicado nas redes sociais do clube.

"Lutamos e sofremos juntos para voltarmos a viver juntos as emoções no estádio. Ficamos todos unidos contra um vírus terrível. Não vamos abaixar a guarda, pessoal, porque a partida não terminou", reforçou Romagnoli.