PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Tiger Woods diz que voltará a jogar, mas não de maneira integral

30/11/2021 09h47

WASHINGTON, 30 NOV (ANSA) - Nove meses depois de ter sofrido um grave acidente automobilístico, o golfista norte-americano Tiger Woods revelou que seguirá jogando, mas precisará selecionar "cuidadosamente" os torneios de que participará.   


Em uma entrevista à "Golf Digest", Woods afirmou que, após seu acidente de carro em fevereiro, "nunca" mais será o mesmo golfista que costumava ser, principalmente depois das lesões nas pernas. O multicampeão ainda acrescentou que não poderá se dedicar mais 100% aos torneios profissionais.   


"É uma realidade lamentável, mas é a minha realidade. Eu entendo e aceito isso. Acho que é realista pensar que vou voltar a jogar um torneio PGA novamente um dia, mas nunca mais conseguirei fazer uma temporada completa, precisarei escolher cuidadosamente as competições, como Ben Hogan fez", disse Woods.   


O golfista sofreu um grave acidente de carro em uma estrada em Rancho Palos Verdes, no condado de Los Angeles. Na ocasião, a polícia local revelou que Woods teve "muita sorte" de ter sobrevivido ao impacto.   


As lesões de Woods foram tão sérias, que o golfista destacou que quase teve uma das pernas amputadas em virtude da batida. O norte-americano ainda informou que "continua a fazer progressos" em sua reabilitação.   


"Houve um tempo em que estive perto de sair do hospital com apenas uma pena", revelou Woods.   


Considerado um dos maiores golfistas da história, Woods acumula mais de 100 títulos profissionais em sua carreira, incluindo cinco Masters, três US Open, quatro PGAs e três The Open.   


(ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.