PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Itália atinge maior número de casos de covid-19 em mais de 7 meses

28.fev.2020 - Turista usa máscara de proteção perto do Coliseu, em Roma, uma das principais atrações turísticas da Itália - Andreas Solaro/AFP
28.fev.2020 - Turista usa máscara de proteção perto do Coliseu, em Roma, uma das principais atrações turísticas da Itália Imagem: Andreas Solaro/AFP

02/12/2021 14h43

A Itália registrou nesta quinta-feira (2) mais 16.806 casos e 72 mortes na pandemia de Covid-19, de acordo com boletim do Ministério da Saúde.

Com isso, o total de contágios já diagnosticados no país subiu para 5.060.430, enquanto o de óbitos chegou a 134.003. O número de casos desta quinta é o maior para um único dia na Itália desde 15 de abril, quando houve 16.974 infecções.

A média móvel de contágios em sete dias completou um mês de crescimento ininterrupto e atingiu 13.161, alta de 58% na comparação com duas semanas atrás, enquanto a de mortes se manteve em 74, cifra 24% maior do que há 14 dias.

A Itália também soma mais de 4,7 milhões de curados e 208.871 casos ativos, maior valor desde 2 de junho (210.050). Até o momento, 84,6% do público-alvo (pessoas a partir de 12 anos) está totalmente vacinado, porém mais de 6 milhões de indivíduos aptos a se imunizar não tomaram sequer a primeira dose.

Devido à alta dos casos, o governo italiano já abriu a terceira dose para todos os adultos e, a partir de segunda-feira (6), vai proibir não vacinados e pessoas que não tenham se curado recentemente de entrar em áreas cobertas de bares e restaurantes, museus e eventos esportivos.

Internacional