PUBLICIDADE
Topo

Ginasta russo é suspenso por defender guerra em pódio

18/05/2022 11h02

ROMA, 18 MAI (ANSA) - O ginasta russo Ivan Kuliak foi suspenso por um ano por ter usado um símbolo da invasão à Ucrânia no pódio da Copa do Mundo de Atletismo em Doha, no Catar.   


O atleta de 20 anos de idade faturou a medalha de bronze em uma das provas da competição e usou uma letra "Z" no peito ao lado do ucraniano Illia Kovtun, que ficou com o ouro. A letra se tornou um símbolo de apoio à invasão russa.   


A Federação Internacional de Ginástica (FIG) investigou o incidente e proibiu Kuliak de disputar competições da entidade por um ano. Além disso, o russo foi desqualificado do Mundial e precisará devolver a medalha, mas poderá apelar da decisão.   


No conflito em território ucraniano, a letra Z já foi vista em tanques, muros de cidades e uniformes de soldados, além de ter sido usada por políticas pró-guerra.   


Há pouco mais de um mês, um kartista russo foi punido por ter feito um gesto que lembra a saudação nazista durante a execução do hino da Itália, país pelo qual ele competia. Artem Severiukhin teve sua licença retirada e foi demitida da equipe sueca Ward Racing. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.