PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Ataque com faca deixa mulher morta em evento político na Suécia

06/07/2022 15h58

ROMA, 6 JUL (ANSA) - Uma mulher de cerca de 60 anos foi morta na ilha sueca de Gotland nesta quarta-feira (6) em um ataque a facas durante um evento político antes das eleições gerais, que devem ocorrer em pouco mais de dois meses.   

De acordo com as autoridades locais, a vítima foi atingida no peito por um homem, de cerca de 30 anos, que foi imobilizado por uma testemunha e detido pelas autoridades. Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime.   

A mulher chegou a ser socorrida e levada às pressas para o hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu pouco depois. O criminoso, cuja identidade não foi revelada, foi empurrado e jogado ao chão por um aposentado de 69 anos, permitindo que ele fosse preso.   

O idoso, Lars Reuterberg, disse que ouviu alguém gritar "pare-o" e viu o esfaqueador pular uma cerca. "Eu o vi, pensei que ele tinha roubado uma bolsa ou algo assim. Ele não era grande, ele certamente não era um fisiculturista, então ele ignorou por um tempo. Então, quando ele passou por mim, eu o empurrei com força", relatou.   

A imprensa sueca informa que o criminoso está ligado a um grupo neonazista, o Movimento de Resistência Nórdica.   

Segundo o jornal "The Local", o ataque ocorreu no momento em que a líder do Partido de Centro, Annie Loof, começaria a discursar.   

A convenção política, conhecida como "Almedalen", reúne vários políticos suecos durante uma semana. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.