Microsoft: Mais da metade dos vírus no Brasil são Cavalo de Troia

Mais da metade dos computadores brasileiros desinfetados pela Microsoft no segundo semestre de 2008 continham vírus do tipo Trojan, ou Cavalo de Troia, que têm o objetivo de roubar dados, segundo um relatório divulgado pela empresa nesta quarta-feira.

Os tipos mais encontrados são o Win32/Bancos e o Win32/Banker, ambos softwares que visam capturar detalhes bancários da vítima, como números de contas e senhas. O Win32/Bancos envia as informações capturadas por e-mail, FTP ou postando no site do responsável pelo ataque. Eles são escritos na linguagem de programação Visual Basic.

Já o Win32/Banker costuma aparecer disfarçado de cartões virtuais.

A Microsoft afirma que, durante o segundo semestre do ano passado, desinfetou 843.698 máquinas no Brasil que continham os Trojans especializados no roubo de senhas e monitoramento remoto de máquinas.

Este número representa, segundo a empresa, um aumento de 2.133% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Taxa de infecção O relatório, intitulado Security Intelligence Report,afirma que o Brasil permanece sendo um dos países com as maiores taxas de infecção, com um índice (CCM) de 20,9 máquinhas infectadas para cada mil avaliadas. Apenas a Sérvia (CCM de 77,0) e a Rússia (CCM de 21,1) teriam índices maiores.

No outro extremo, entre os menos atacados, estão localidades asiáticas como o Vietnã (CCM de 1,3), Filipinas (CCM de 1,4), Macau (CCM de 1,5) e o Japão (CCM de 1,7).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos