Ataque que derrubou Twitter tinha blogueiro como alvo

O ataque em massa de hackers que chegou a tirar do ar o site Twitter e comprometeu o funcionamento do Facebook, na última quinta-feira, teria tido o objetivo de atingir apenas uma pessoa. Em uma entrevista à BBC, um porta-voz do site de relacionamentos Facebook afirmou que o ataque coordenado tinha o objetivo de atingir um blogueiro chamado Cyxymu, conhecido por ter posições favoráveis à Geórgia. "O ataque aparentemente foi direcionado a um indivíduo que está presente em diversos sites, e não aos sites em si", afirmou o representante do Facebook. "Especificamente, esta pessoa é um blogueiro ativista, e uma botnet (redes de computadores controladas por hackers) foi direcionada para sobrecarregar suas páginas a um nível que teve impacto em outros usuários", disse. Segurança Estas redes de máquinas controladas pelos hackers foram utilizadas para fazer um tipo de ataque conhecido como "recusa de serviço" (denial-of-service, em inglês). Este tipo de ataque pode ter diversas formas, mas normalmente envolve a tentativa de derrubar um determinado site inundando-o com dados. "Ataques deste tipo são orquestrados para interromper e tornar indisponíveis serviços como sites de bancos, sistemas de pagamento de cartões de crédito e, neste caso, o Twitter, para determinados clientes ou usuários", escreveu Biz Stone, cofundador do Twitter, em seu blog. Já Graham Cluley, da empresa de segurança eletrônica Sophos, afirmou em seu blog que "o fato aumenta a preocupação sobre a fragilidade" do Twitter, já que "uma vingança contra apenas um usuário" derrubou o site. O ataque de hackers da última quinta-feira deixou o Twitter fora do ar por cerca de duas horas e comprometeu os serviços do Facebook. Já o Google afirmou ter conseguido defender seus sites, e que está investigando o caso junto a outras empresas. Rússia Ainda não se sabe quem foram os autores dos ataques ou quais foram os motivos que os levaram a ter Cyxymu e seus perfis como alvos. Em uma entrevista ao jornal britânico Guardian, no entanto, o blogueiro afirmou acreditar que o governo russo está por trás deles. "Talvez ele tenha sido lançado por hackers normais, mas estou certo de que a ordem veio do governo russo" disse. Cyxymu já havia criticado a Rússia em diversas ocasiões pela guerra contra Geórgia a respeito da Ossétia do Sul, há um ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos