Índia bloqueia milhões de celulares por questões de segurança

As autoridades indianas bloquearam nesta terça-feira cerca de 25 milhões de telefones celulares que operavam no país e não apresentavam códigos de identificação válidos, alegando questões de segurança.

A chamada Identificação Internacional de Equipamentos Móveis (IMEI, na sigla em inglês) é um código composto por 15 dígitos que permite que a operadora da rede identifique o aparelho sempre que uma ligação é feita.

A ausência deste código torna impossível a localização do telefone ou da pessoa que está utilizando o aparelho, assim como outros detalhes sobre a ligação.

De acordo com as agências de inteligência da Índia, celulares sem IMEI ou com códigos falsos teriam sido utilizados em ataques de grupos extremistas.

O governo ordenou que os aparelhos sem código fossem bloqueados a partir da 0h desta terça-feira, sob a justificativa de que há "um aumento na ameaça de militantes".

Preço
Segundo analistas, os telefones sem identificação são muito populares na Índia por serem mais baratos. Milhões são fabricados no próprio país ou são importados, principalmente da China.

Muitos usuários do país afirmam estarem sendo injustamente penalizados com a medida. Eles alegam que não sabiam que os celulares precisavam da identificação.

De acordo com estimativas da Associação Indiana de Celulares, telefones sem registro são quase 30% do total de aparelhos no país.

A Índia tem o mercado de celulares que mais cresce no mundo, com mais de 488 milhões de assinantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos