Para comentaristas europeus, Ronaldinho ainda pode ir à Copa

A ausência de Ronaldinho Gaúcho da lista dos jogadores que enfrentarão a Irlanda no próximo dia 2 de março surpreendeu parte da imprensa no Brasil e foi interpretada por muitos como um sinal de que Dunga não vai levar o jogador do Milan para a Copa do Mundo.

Mais do que isso, muitos comentaristas brasileiros criticaram duramente o treinador por não incluir o jogador em sua última convocação antes de selecionar os 23 jogadores que vão à África do Sul.

Porém, na visão de três jornalistas esportivos europeus ouvidos pela BBC Brasil, apesar de a exclusão de Ronaldinho ser justa e esperada, ela não significa que o ex-camisa 10 da Seleção não estará na lista definitiva de Dunga para a Copa. Na verdade, eles apostam justamente no contrário.

O correspondente esportivo da BBC no Rio de Janeiro, Tim Vickery, disse que teria ficado surpreso se Ronaldinho tivesse sido convocado desta vez. Ele lembra que Dunga já deu muitas chances para o meia.

"Durante três anos, Dunga demonstrou muita paciência com o Ronaldinho, mas ele nunca chegou a jogar 10% do que jogava em sua melhor fase. Por isso, tem muito a provar para conseguir voltar à Seleção", disse Vickery à BBC Brasil.

Massimo Teca, comentarista esportivo da emissora de televisão italiana Sky, também não vê Ronaldinho pronto para voltar à Seleção.

"No último mês, Ronaldinho tem sido um grande jogador para o Milan, mas ainda sem demonstrar regularidade. Ele precisa jogar 20 jogos no mesmo nível para garantir sua volta à Seleção", avalia.

Juan Castro, repórter do diário esportivo espanhol Marca, também diz acreditar que Ronaldinho não fez o bastante para voltar à seleção de Dunga.

"Ronaldinho precisa jogar seis meses desse jeito (como no último mês) para merecer uma vaga no time", disse. O jornalista acrescenta que nunca é possível prever se o meia vai continuar jogando bem nos próximos meses.

Presença na Copa
Vickery acrescenta uma outra justificativa para a ausência de Ronaldinho: "Dunga quer preservar Robinho".

"Ronaldinho tem sido apontado como um substituto do atacante santista, que está em má fase. Se Dunga convocasse o meia do Milan, ele seria uma sombra para o Robinho e aumentaria a pressão sobre ele", analisa o jornalista da BBC.

Se os comentaristas europeus ouvidos já esperavam que Ronaldinho não fosse convocado para o jogo de março, para eles, sua presença na Copa é muito provável. Na hora H, dizem eles, Dunga vai querer ter um jogador como Ronaldinho à disposição, mesmo que ele não esteja jogando seu melhor futebol.

"Ronaldinho é um dos melhores jogadores que eu já vi em campo. Se jogar 70% do que pode, é melhor do que os demais jogando 100%", afirma Castro, que diz torcer pela presença do craque na Copa.

Teca entende que levar Ronaldinho seria mais uma garantia para Dunga de ter um jogador de muito talento para fazer a diferença dentro de campo.

Vickery avalia que hoje o meia do Milan poderia ser uma alternativa no banco tanto para o Robinho como para Kaká. No entanto, o jornalista não acredita que Dunga vai voltar a colocar Kaká e Ronaldinho como uma dupla de meias de armação.

"A dupla de meias Kaká e Ronaldinho nunca funcionou. Com Elano ou Ramires no lugar do meia do Milan, o time melhorou muito, até porque o lateral-direito Maicon ganhou mais liberdade", afirma. "Então, Dunga nunca vai abrir mão desse esquema para colocar os dois ex-melhores jogadores do mundo lado a lado."
Teca lembra que, quando jogaram juntos em Milão, os dois craques também não deram certo.

"Ronaldinho só começou a jogar bem de novo quando Leonardo deu liberdade total para ele jogar escancarado no lado esquerdo do campo, como fazia no Barcelona", diz o italiano.

Time "sólido"
Os três comentaristas expressam uma opinião muito semelhante sobre o trabalho de Dunga. Segundo eles, apesar do futebol pragmático, os resultados falam por si.

"Temos de tirar o chapéu para o Dunga. Quando ele assumiu, muitos disseram que ele era um técnico tampão até que Luiz Felipe Scolari estivesse livre para voltar à Seleção Brasileira. Mas ele continua lá com méritos", diz Vickery.

Juan Castro ressalta que, mesmo usando jogadores que não estão em sua melhor fase, como é o caso de Kaká e Robinho, Dunga conseguiu "criar um time sólido, consistente".

Para todos eles, o principal problema que Dunga tem nas mãos é a lateral-esquerda.

"Dunga não encontrou um jogador à altura de Roberto Carlos para jogar nessa posição", comenta Teca.

Vickery destaca que os dois convocados por Dunga nesta semana vêm jogando como meias em seus clubes. Para ele, Fábio Aurélio, do Liverpool, seria o nome ideal.

Porém, para saber se Dunga vai concordar com os europeus sobre o lateral e sobre o craque do Milan, todos terão de esperar pela lista final nos próximos meses.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos