China passa a exigir documentos de quem quer criar site

A China tornou mais rigoroso o controle sobre o uso de internet no país, passando nesta terça-feira a exigir de qualquer pessoa que queira criar um website tenha uma reunião com agentes reguladores e apresente documentos.

O Ministério da Tecnologia disse que a medida tem o propósito de combater a pornografia na internet, mas defensores do direito de uso da rede consideram a iniciativa uma censura governamental.

Vários sites agora estão sendo registrados fora do país em uma tentativa de evitar o controle do governo chinês.

Com mais de 380 milhões de usuários, a China tem a maior população online do mundo.

Usuários x Governo O correspondente da BBC em Pequim Quentin Sommerville disse que, apesar da ampla censura, a internet continua sendo uma plataforma para que os chineses possam criticar as autoridades do país.

Usuários da rede destacam casos de injustiça ou buscam constranger funcionários públicos corruptos.

Os chineses que usam a internet conseguem, com frequência, estar um passo na frente dos mecanismos de controle estabelecidos pelo governo, disse Sommerville.

As autoridades chinesas lançaram várias campanhas contra a pornografia online, e o governo diz que milhares de pessoas foram detidas por envolvimento só no ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos