Apesar de escândalo, técnico da Inglaterra ainda quer contar com Bridge

O técnico da seleção da Inglaterra de futebol, Fabio Capello, disse que o lateral esquerdo Wayne Bridge, que anunciou nesta quinta-feira sua decisão de não disputar a Copa de 2010, pode voltar à equipe se mudar de ideia.

Recentemente Bridge se viu envolto em um escândalo quando surgiu a notícia de que o zagueiro John Terry teve um caso extra-marital com a então namorada do lateral esquerdo.

"As portas estão sempre abertas para ele. Ainda temos tempo, três meses, até decidir a equipe para a África do Sul", disse o técnico Fabio Capello.

"Espero que Wayne Bridge esteja conosco no Mundial, mas respeito sua decisão", completou.

Comunicado Mais cedo, Bridge, que era companheiro e amigo de Terry tanto no Chelsea como na seleção inglesa, divulgou um comunicado no qual diz que renunciava à uma vaga no time.

"Acredito que minha situação na equipe é insustentável e potencialmente, pode produzir divisões. Lamentavelmente, pelo bem da equipe, decidi renunciar à seleção", disse ele.

O escândalo já havia custado a à Terry.

A modelo francesa Perroncel (pivô do escândalo) afirmou que não comentaria o caso.

"Tenho um filho de três anos de idade (com Bridge) e ele é minha principal preocupação. Não acredito que falar com jornais ou a imprensa seria do seu interesse ou do meu", disse ela por meio de um comunicado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos