Evento da BBC reúne internautas com tradução simultânea

Se todos no mundo pudessem se comunicar livremente, não importando a linguagem que cada um fala, qual seria o resultado? Esta foi a pergunta base para o SuperPower Nation Day, nesta quinta-feira, um evento organizado pelo Serviço Mundial da BBC para investigar o quanto a tecnologia é capaz de mudar isso.

A experiência inédita usou as redações do Serviço Mundial que trabalham com idiomas diferentes, entre eles a BBC Brasil e um software de tradução.

O objetivo: reunir internautas de diversas partes do mundo em um grande chat room sobre assuntos que os leitores considerassem importantes. E os assuntos variaram desde a questão do Oriente Médio até futebol.

Para tornar a comunicação mais direta entre os internautas do mundo todo que entravam no site especialmente criado pela BBC, foi usado o Google Translate, um serviço de tradução automático que permitiu que os participantes conversassem em português, árabe, chinês, inglês, farsi, indonésio e espanhol.

Com esta ferramenta, os internautas podiam falar sobre o que quisessem com uma audiência do mundo todo, em seu próprio idioma e receber as respostas traduzidas.

O evento começou às 10h e se estendeu até as 16h (horários de Brasília).

Logo depois do início do evento, alguns usuários já se mostravam satisfeitos ou surpresos com a tecnologia usada para a tradução.

E, para o Google, foi talvez o maior desafio de seu software de tradução até o momento. Enquanto muitos internautas já usavam a ferramenta de tradução para sites, o problema para o evento desta quinta era tranformar conversas rápidas em textos que podiam ser compreendidos por todos.

As traduções, em alguns casos, ficaram longe da perfeição mas, de acordo com Chewy Trewhella, gerente de desenvolvimento de negócios do Google, o SuperPower Nation Day tentou "passar a mensagem... (usuários) estão satisfeitos, com 80-90% de eficácia (das traduções)".

Brasil Para ampliar ainda mais o impacto do SuperPower Nation Day, a BBC realizou também nesta quinta-feira, em Londres, um evento que reuniu integrantes de serviços de rádio e internet dos mais de 30 serviços de língua da emissora, assim como as TVs persa, árabe e inglesa.

Todos receberam contribuições vindas da internet, de webcams e telefones ao redor do mundo.

O escritório da BBC Brasil em São Paulo foi um dos que participaram, reunindo quatro internautas para entrevistas via webcam, para o rádio e participação no chat room global.

Participaram do evento em São Paulo a jornalista e blogueira Liliane Ferrari, a também jornalista e blogueira Samantha Hoffmann Shiraishi, Hernani Dimantas, um dos coordenadores do Laboratório de Inclusão Digital e Educação Comunitária (Lidec) da USP (Universidade de São Paulo) e Robson Leandro da Silva, estudante de história e colaborador do Lidec.

Para os quatro participantes a experiência inédita foi considerada "um dia histórico".

No início, a dificuldade para os quatro participantes do chat room global foi tentar localizar quando algum outro participante respondia suas perguntas.

Mas, uma hora depois, os participantes conseguiram se comunicar melhor com o resto do mundo e discutir assuntos que iam desde a questão do Oriente Médio até futebol.

"Me lembrou o início da internet, quando tínhamos problemas, mas superávamos", disse Samantha Shiraishi.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos