Tiger Woods diz que pode vencer torneio, após escândalo

O golfista americano Tiger Woods disse nesta segunda-feira que pode vencer o Masters de Augusta, no Estado da Geórgia, nos Estados Unidos, apesar de ter ficado fora dos campos por cinco meses por conta de um escândalo sexual. "Nada mudou, eu ainda vou lá para ganhar esse torneio", disse Woods. "Estou ansioso para começar a jogar. Eu não fico tão ansioso para dar a primeira tacada há muito tempo", afirmou o golfista em uma coletiva de imprensa após um treino no campo Augusta National. Ele afirmou ainda que ficou surpreso com a receptividade dos espectadores que compareceram ao treino. Woods, primeiro colocado no ranking mundial, está afastado do golfe profissional desde novembro do ano passado, quando venceu o Masters da Austrália. No final daquele mês, o atleta se envolveu em um acidente de carro em frente a sua casa, na Flórida, em um episódio que acabou desencadeando uma série de revelações sobre sua vida pessoal e a descoberta de que ele mantinha vários casos extraconjugais. Na época, o atleta havia dito que não sabia quando retornaria ao golfe e que continuaria sendo submetido a terapia para uma condição não especificada por ele, supostamente para vício sexual. Pedido de desculpas Nesta segunda-feira, além de agradecer ao público que assistiu ao treinamento, Woods ainda pediu desculpas aos colegas golfistas pelas distrações dos últimos meses. "Eu sei que os jogadores foram bombardeados por perguntas e espero que depois de hoje eles possam ser deixados em paz", disse ele, durante a primeira rodada de perguntas e respostas em público desde o escândalo. "Eu peço desculpas a eles por terem que enfrentar o que tiveram que passar nos meses recentes", afirmou. Questionado sobre qual teria sido o momento mais difícil dos últimos meses, Woods respondeu que foi "ter que olhar para mim mesmo". "Ter que olhar para mim mesmo como nunca quis olhar para mim, o quanto longe eu fui dos fundamentos e morais centrais que meu pai e minha mãe me ensinaram", afirmou. "A outra parte difícil foi a constante perturbação à minha família e as fotos que tiravam dos meus filhos e da minha esposa em todo lugar que iam", disse. No campeonato de Augusta, que acontece entre esta quinta-feira e domingo, Woods tenta ganhar seu 14º major - como são chamadas as competições mais importantes do golfe. Apesar da expectativa sobre o retorno aos campos, Woods disse que os torneios são "insignificantes" se comparados aos danos que ele causou à família. "O fato de eu ter ganhado torneios de golfe é irrelevante e sem importância quando comparados com todo o dano que eu causei", afirmou, anunciando que sua esposa, Elin, não estará presente durante a competição. "Eu machuquei tantas pessoas próximas a mim e menti a mim mesmo - isso é bastante brutal. Eu assumo total responsabilidade pelo que fiz", disse. Uma das pessoas que Woods afirma ter machucado foi o filho, Charlie. Woods perdeu o primeiro aniversário dele para completar os 45 dias de terapia. "Eu perdi o primeiro aniversário do meu filho e isso dói muito. Aquele dia foi muito ruim. Me arrependo disso e acho que vou me arrepender para o resto da minha vida", afirmou o golfista. Mudança de atitude Woods parecia nervoso e tenso quando chegou ao local da entrevista, que reuniu 180 jornalistas especialmente credenciados. Antes do escândalo, Woods era frequentemente evasivo e monossilábico com a mídia. Mas, durante a entrevista desta segunda-feira, ele estava aberto e efusivo. A única pergunta que ele deixou de responder foi como ele escondia as traições da sua mulher. Além da mudança com a mídia, Woods, conhecido por seu mau temperamento durante os jogos, insistiu que também mudará seu comportamento dentro e fora dos campos de golfe. "Eu vou tentar não ficar de cabeça tão quente, mas isso significa que não serei tão exuberante", disse ele. "Eu tomei uma decisão para tentar diminuir meus ataques negativos e ser mais respeitoso ao jogo", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos