Fungo letal pode ameaçar produção mundial de trigo, dizem cientistas

Novas linhagens de um fungo letal ao trigo, descobertas na África do Sul, podem ameaçar a produção mundial de alimentos, alertaram cientistas nesta quarta-feira durante uma conferência na Rússia. Conhecido como UG-99, ele ataca o tecido vascular da planta, matando-a, processo que pode comprometer colheitas inteiras.

O fungo foi descoberto há dez anos no leste da África e é endêmico no Quênia, onde chegou a destruir 80% da colheita em algumas temporadas.

Mas teme-se que o o fungo esteja agora migrando. Como ele pode viajar a grandes velocidades, cerca de 160 km por dia, cientistas dizem que pode ser difícil controlá-lo.

Transgênicos Cientistas já desenvolveram novas variedades de trigo resistentes ao fungo original mas estas últimas linhagens, descobertas na África do Sul, superaram a resistência.

O especialista em doenças de plantas da universidade britânica de Cornell, Ronnie Coffman, diz que um dos desafios para conter o alastramento do fungo é a resistência que alguns países costumam ter em dividir informações cientificas.

Coffman defende ainda a engenharia genética como forma de garantir um suprimento estável de alimentos, posição combatida por outros estudiosos.

"Pesquisas mostram que a engenharia genética do tribo deverá ser aceita se o mundo quiser estar a frente dos fungos letais", disse ele.

O trigo é um dos alimentos mais consumidos em todo o mundo, representando cerca de 20% das calorias consumidas diarimente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos