Seleção brasileira não terá mais folga até estreia na Copa

A menos de uma semana da estreia na Copa do Mundo, a seleção brasileira não terá mais folgas. Até o dia 15, quando o Brasil enfrenta a Coreia do Norte, os jogadores treinarão todos os dias em Johanesburgo.

Nesta quinta-feira, o treino será realizado nos dois turnos. Pela manhã em Johanesburgo, a equipe de Dunga realiza o primeiro treino com bola fechado à imprensa. À tarde, a equipe treina com bola, e há expectativa de que Dunga faça um novo coletivo, com titulares enfrentando reservas.

No domingo, o time treinará apenas à noite. Na segunda-feira, os jogadores vão a campo no estádio Ellis Park, para treino de reconhecimento do campo, onde o time enfrenta os norte-coreanos.

Os jogadores não terão folga nem mesmo após a partida de estreia. Na quarta-feira, dia seguinte ao jogo, eles voltam a treinar à tarde no Hoërskool Randburg, colégio no norte de Johanesburgo.

Apesar da agenda puxada, o técnico Dunga disse após o jogo contra a Tanzânia, na segunda-feira, que o Brasil vai tentar reduzir o ritmo nos treinos, para que os jogadores não cansem demais.

"Se for colocada uma carga excessiva de trabalho nesse momento, pode faltar gás no final da competição", disse o volante Gilberto Silva na quarta-feira.

Julio César Nesta quinta-feira, Julio César deve voltar aos treinos com bola da seleção. Ele não participa dos treinos táticos desde o amistoso contra o Zimbábue, na semana passada, quando se lesionou. O goleiro, no entanto, é um dos que mais vem trabalhando nos últimos dias.

Nesta semana, Julio César foi o único que não ganhou folga. Na quarta-feira, ele participou dos treinos físicos com os demais jogadores no Hotel Fairway, onde o Brasil está hospedado.

Um dos desafios da comissão técnica brasileira tem sido achar o ritmo certo de treinamento. O auxiliar técnico da seleção, Jorginho, disse que os jogadores vêm de temporadas muito diferentes em seus clubes, e cada um está com uma condição física diferente.

Na semana passada, enquanto vários jogadores tiveram folga pela manhã, Kaká e Luís Fabiano fizeram trabalho para fortalecer a musculatura. Os dois jogadores sofreram lesões no começo do ano e atuaram pouco por seus clubes no fim da temporada europeia.

Outro jogador que fez um trabalho separado do grupo foi o zagueiro Juan. Quando ele se apresentou à seleção, há três semanas em Curitiba, a comissão técnica avaliou que ele não estava na mesma forma que os demais jogadores. Ele foi poupado no amistoso contra o Zimbábue na semana passada e fez trabalhos físicos separado do grupo.

Na segunda-feira, o zagueiro atuou contra a Tanzânia e deve jogar a partida de estreia contra a Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos