Rodada de terça-feira começa a definir jogos das oitavas do Mundial

Quatro jogos da terceira e última rodada da primeira fase da Copa do Mundo começam a definir nesta terça-feira as equipes que se enfrentam nas oitavas-de-final do torneio na África do Sul.

Pelo grupo A, às 16h (horário local, 11h de Brasília), ocorrem dois jogos simultaneamente: o México pega o Uruguai em Rustenburg e a França joga com a seleção sul-africana em Bloemfontein.

México e Uruguai, com quatro pontos cada, classificam-se com um empate, e muitos dizem acreditar que as equipes vão jogar com isso em mente.

Mas o técnico uruguaio, Oscar Tabarez, negou a possibilidade, dizendo que buscar apenas o empate seria "falta de respeito para com todos aqueles envolvidos no jogo e com a comissão técnica".

França e África do Sul, com um ponto cada, enfrentam momentos mais difíceis e precisam vencer.

A seleção francesa vive uma crise depois da saída do atacante Anelka, que teria tido um desentendimento com o técnico Raymond Domenech, e da decisão dos jogadores de boicotarem um treino aberto no domingo.

Já a África do Sul deve mudar cinco nomes em relação ao último jogo, a derrota por 3 a 0 para o Uruguai.

A dona da casa quer poupar sua torcida da frustração de se tornar a primeira sede a não passar à segunda fase de um Mundial - embora o técnico, o brasileiro Carlos Alberto Parreira, ache que a classificação é difícil.

"Sabemos que a expectativa no país é muito alta, todos querem que nos classifiquemos, mas sabemos também que sempre existe uma primeira vez (para um país sede não passar à segunda fase), especialmente em uma grupo como o nosso. Se acontecer, aconteceu, não acho que seja um fracasso, mas será uma decepção", disse ele.

Argentina Pelo grupo B, às 20h30 (horário local, 15h30 de Brasília), a Argentina enfrenta a Grécia e a Coreia do Sul joga com a Nigéria.

A Argentina lidera o grupo com 6 pontos, Coreia do Sul e Grécia estão empatadas com três pontos e a Nigéria ainda não pontuou.

O técnico argentino Maradona disse que deve poupar alguns jogadores, como Tevez e Higuaín, mas não o atacante Lionel Messi, grande destaque da equipe.

Por sua vez, Otto Rehhagel, técnico da Grécia, disse que pediu a seus jogadores que joguem "a partida de suas vidas" para ter uma chance de classificação.

Para tanto, a equipe precisa vencer a Argentina e torcer por um tropeço coreano contra a Nigéria. Se Grécia e Coreia vencerem, a definição de quem vai às oitavas dependerá do saldo de gols das duas equipes.

O treinador da equipe nigeriana, Lars Lagerback, disse acreditar que a equipe ainda pode se classificar para a próxima fase, se a Argentina vencer a Grécia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos