Brasil passa fácil pelo Chile e encara a Holanda nas quartas

O Brasil derrotou o Chile por 3 a 0 nesta segunda-feira e garantiu a vaga nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul.

A seleção enfrentará agora a Holanda, que poucas horas antes derrotou a Eslováquia por 2 a 1. A Holanda é a primeira cabeça-de-chave que o Brasil enfrentará nesta Copa do Mundo e está entre as equipes mais fortes do torneio.

O placar contra o Chile foi o mais folgado da seleção nesta Copa, o que refletiu também a superioridade do Brasil em campo. Juan, Luís Fabiano e Robinho marcaram os gols brasileiros na partida, que foi disputada no estádio Ellis Park, em Johanesburgo.

Chile e Brasil entraram em campo com formações bastante ofensivas. O técnico chileno Marcelo Bielsa, que perdera três jogadores de defesa para cartões contra a Espanha, recompôs sua equipe com quatro atacantes: Humberto Suazo, Mark Gonzalez, Alexis Sanchez e Jean Beausejour, que jogou mais recuado.

O Brasil também teve uma escalação voltada para o ataque. Robinho e Kaká voltaram à equipe e o volante Felipe Melo, contundido, foi substituído por Ramires.

Nesta semana, Dunga havia dito que Ramires traz mais velocidade ao Brasil quando joga naquela posição, em vez da postura mais defensiva de Felipe Melo e Josué. No lugar de Elano, Dunga escalou Daniel Alves.

Jogo Apesar de não ter passado dificuldades na partida, o Brasil jogou o primeiro tempo mais recuado. Por boa parte do primeiro tempo, o Chile mantinha-se mais à frente, pressionando a seleção brasileira.

No entanto, os chilenos não conseguiam converter o domínio do jogo em gols. Brasil e Chile terminaram o primeiro tempo empatados na posse de bola - 50% para cada um.

Mas, em duas vezes que chegou ao ataque na primeira metade da partida, o Brasil conseguiu marcar gols. Primeiro, aos 35 minutos, em uma cobrança de escanteio, na qual Juan subiu entre dois jogadores brasileiros na área e cabeceou forte no canto superior direito do goleiro Bravo.

"Foi um gol importante porque abriu o jogo, que estava fechado", disse Juan após a partida.

Três minutos depois, uma rápida triangulação entre Robinho, Kaká e Luís Fabiano terminou com o terceiro gol do camisa 9 brasileiro nesta Copa.

Em desvantagem no jogo, o técnico chileno optou por jogar o time ainda mais para frente. Os defensores Isla e Contreras deram lugar aos meias Millar e Tello. Valdívia entrou no lugar do atacante González.

Domínio No segundo tempo, o Brasil ampliou o domínio da partida e também o placar. No lance mais bonito da noite, aos 14 minutos do segundo tempo, Ramires arrancou com a bola dominada desde a linha central do campo e passou para Robinho marcar seu primeiro gol da noite.

No entanto, pouco depois, o Brasil teve um prejuízo. Aos 33 minutos do segundo tempo, Ramires recebeu o um cartão amarelo e perderá a próxima partida contra a Holanda.

Kaká também recebeu cartão amarelo ainda no primeiro tempo - o seu terceiro nesta Copa do Mundo - mas não precisará cumprir suspensão.

A seleção terá agora três dias para descansar até as quartas de final. O Brasil enfrenta a Holanda na próxima sexta-feira em Port Elizabeth.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos