Astro adolescente Justin Bieber é alvo de piada no Twitter

A página do cantor canadense Justin Bieber no site de microblogs Twitter tornou-se alvo de uma piada na internet.

Em uma votação pública, visitantes da página foram convidados a escolher que países deveriam ser incluídos no roteiro da nova turnê mundial do cantor.

Usuários de um fórum da internet decidiram se juntar e votar em massa na Coreia do Norte - e a brincadeira acabou se alastrando pela rede.

Mais de meio milhão de pessoas decidiram enviar Bieber, que tem 16 anos, para o país comunista.

Durante a votação, que termina no dia 7 de julho, a Coreia do Norte subiu para a primeira posição da lista em menos de dois dias.

Agora, o país é o mais votado, ficando milhares de votos à frente de Israel, que está em segundo lugar.

Levando-se em conta que a grande maioria dos cidadãos da Coreia do Norte não tem acesso à internet e que a mídia do país é altamente controlada, é pouco provável que os votos tenham vindo de lá.

Um porta-voz da embaixada da Coreia do Norte em Londres disse à BBC que qualquer solicitação para que o cantor se apresente no país seria processada pela missão norte-coreana nas Nações Unidas, embora o assunto deva ser, em última instância, resolvido em Pyongyang.

Ataques Sucesso entre adolescentes de todo o mundo, inclusive no Brasil, Justin Bieber, que lançou seu primeiro single, One Time, em maio de 2009, já foi alvo de várias piadas maliciosas na internet.

No mês passado, um anúncio no site 4Chan conclamava usuários a fazer uma busca com as palavras-chave Justin, Bieber e syphilis (sífilis, em inglês).

As buscas levaram o termo a ocupar o topo da lista de buscas mais quentes do site Google.

No último fim de semana, os vídeos do cantor no YouTube foram alvo de hackers. Eles fizeram com que usuários fossem redirecionados para sites com conteúdo pornográfico. Em outros casos, usuários receberam mensagens dizendo que o cantor tinha morrido em um acidente de carro.

O Google bloqueou temporariamente os comentários sobre os vídeos e divulgou uma declaração dizendo que havia tomado providências para corrigir o problema.

A página do cantor no site Last FM também foi atacada, com imagens pornográficas substituindo fotos do cantor.

Houve ainda boatos de que Bieber tinha morrido, de que ele havia entrado para uma seita e de que sua mãe tinha sido convidada para posar na revista Playboy.

Em um de seus posts no Twitter, o cantor escreveu: "Vamos corrigir alguns (boatos) loucos... Não estou morto".

E, na semana passada, ele escreveu: "Minha mãe é uma mulher moral... (...) Esse boato me causou desconforto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos