Espanhóis dominam indicação para melhor da Copa; Brasil fica de fora

A Espanha é a equipe com maior número de atletas na lista dos finalistas do prêmio de melhor jogador da Copa. Três espanhóis - Andres Iniesta, David Villa e Xavi - disputam o troféu de melhor jogador do torneio, que será anunciado após a final da Copa, no domingo.

A Holanda, que enfrentará a Espanha na final, tem dois jogadores na lista - Arjen Robben e Wesley Sneijder - o mesmo número de atletas da Alemanha, que já foi eliminada (os meias Bastian Schweinsteiger e Mesut Oezil).

Nenhum brasileiro foi incluído na lista, que tem ainda os jogadores Diego Forlan (Uruguai), Asamoah Gyan (Gana) e Lionel Messi (Argentina). Ao todo, sete europeus concorrem ao prêmio, contra dois sul-americanos e um africano.

Os nomes foram selecionados por um painel de especialistas da Fifa. O vencedor do troféu Bola de Ouro - que é patrocinado pela Adidas - será escolhido em uma votação feita por jornalistas. Em Copas passadas, dois brasileiros já ganharam o prêmio: os atacantes Romário, em 1994, e Ronaldo, em 1998.

Jovens A Fifa anunciou também os três jogadores que concorrerão ao prêmio de melhor jogador jovem da Copa, com menos de 21 anos até o começo do torneio. Os finalistas são Thomas Mueller, da Alemanha, Giovani dos Santos, do México, e Andre Ayeh, de Gana.

Mueller era praticamente desconhecido há dois anos, quando começou a jogar pelo Bayern de Munique, mas foi um dos grandes destaques da boa fase do time na temporada passada. Em um amistoso contra a Argentina no começo do ano, chegou a ser confundido pelo técnico argentino Diego Maradona com um dos gandulas. Na Copa, é artilheiro da Alemanha ao lado de Miroslav Klose, com quatro gols.

Giovanni dos Santos começou sua carreira no Barcelona, mas pertence ao Tottenham Hotspurs, da Ingaterra. Atualmente está emprestado ao Galatasaray, da Turquia. Em 2005, aos 16 anos, sagrou-se campeão mundial sub-17 no Peru. O meia é filho do ex-jogador brasileiro Zizinho, que atuou no futebol mexicano nos anos 80.

Andre Ayeh joga no Olimpyque de Marselha e já era famoso antes mesmo de jogar. Ele é filho de Abedi Pele, um dos ex-jogadores mais populares do continente africano. No ano passado, Ayeh foi um dos destaques da seleção campeã mundial sub-20 de Gana, que superou o Brasil. Segundo a Fifa, na Copa ele acertou 85% dos seus passes.

O vencedor será escolhido por um comitê técnico da Fifa e anunciado logo após a final entre Espanha e Holanda, que acontece no domingo às 20h30 (15h30 no horário de Brasília) em Johanesburgo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos