Para Mantega, economia cresceu entre 0,5% e 1% no 2º trimestre

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira que a economia brasileira fechou o 2º trimestre com um crescimento entre 0,5% e 1%, segundo estimativas da pasta.

O número oficial será divulgado nesta sexta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No primeiro trimestre do ano, o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 2,7%, estimulado principalmente pelo consumo dos brasileiros. Já no 2º trimestre, a avaliação do mercado é de que houve uma pequena.

Para o ministro da Fazenda, o crescimento brasileiro não é "pontual", mas sim "resultado de um processo.

"Já tivemos nos últimos seis, sete anos, um PIB maior e crescendo", disse o ministro, durante um evento em São Paulo.

Pela estimativa de Mantega, a economia brasileira deverá crescer a uma taxa média de 5,8% a 6% entre 2011 e 2014.

Ainda de acordo com a avaliação do ministro, o PIB verá fechar este ano com uma expansão de 7%.

Já os analistas de mercado ouvidos semanalmente pelo Banco Central apostam em um crescimento um pouco maior, de 7,09%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos