Topo

Vulcão em erupção é atração de acampamento turístico no Congo

14/11/2011 09h06

Um parque nacional na República Democrática do Congo criou uma trilha que termina com os turistas passando a noite de frente para um vulcão em erupção.

Os administradores do Parque Nacional de Virunga, no leste do país dizem que a vista é uma oportunidade rara para os visitantes, que podem ver de perto as lavas do vulcão Nyamulagira, que entrou em erupção no início do mês.

Com a ajuda de um especialista do Observatório Vulcanológico de Goma (GVO, na sigla em inglês), o parque organizou uma área de camping considerada segura nas proximidades do vulcão.

A caminhada dura de três a quatro horas. O primeiro grupo a atingir a base perto do vulcão, trazido por uma operadora da Tanzânia, descreveu a experiência como "além de todas as expectativas".

Em 1989, uma erupção semelhante do Nyamulagira durou nove meses. Em janeiro de 2010, o Nyamulagira também entrou em erupção, mas por apenas alguns dias.

De acordo com o parque, as lavas aumentaram em intensidade, e são emitidas do interior do vulcão em colunas que superam os 200 metros de altura.

"Esta é definitivamente a erupção mais espetacular do Nyamulagira que eu já vi", disse o especialista do GVO que ajudou a escolher o local das tendas, Dario Tedesco.

"As lavas chegam a 200 metros, 300 metros, a proximidade e a disposição do campo, e o show incrível das luzes da lava incandescente tornam tudo muito especial."

Devastada por 12 anos de conflito civil e instabilidade política, a República Democrática do Congo tem dedicado grande parte de suas atenções a reviver o turismo no país.

A maior atração do parque Virunga são os gorilas da montanha, consideradas uma espécie em risco de extinção no mundo. Estima-se que existem cerca de 790 sobreviventes, sendo que 480 estão na área de conservação entre o Congo, Ruanda e Uganda.

Notícias