PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Com seios à mostra, ativistas protestam pelo aborto no Parlamento espanhol

10/10/2013 19h26

Três ativistas do grupo feminista Femen interromperam aos gritos uma sessão do Parlamento espanhol para protestar pela manutenção do direito ao aborto no país.

Com os seios à mostra, as mulheres interromperam um discurso do ministro da Justiça do país, Alberto Ruiz Gallardón, cujo governo propõe restringir o direito ao aborto.

Aos gritos de "Aborto é sagrado", as três chegaram a ser aplaudidas por deputados da oposição antes de serem retiradas do local por seguranças,

O premiê conservador Mariano Rajoy prometeu mudar a lei aprovada em 2010 pelo anterior governo socialista, que liberalizou o direito ao aborto para as mulheres espanholas.

A lei de 2010 permite o aborto até 14 semanas de gravidez ou até 22 semanas caso haja anomalias no feto ou riscos para a mãe.

 

Internacional