Topo

Emocionada, namorada de editor morto em ataque a revista acusa governo francês

2015-01-09T10:01:00

09/01/2015 10h01

Jeannette Bougrab, a viúva do cartunista Stephane Charbonnier, o Charb, editor da revista Charlie Hebdo e morto no ataque de quarta-feira, afirmou que o governo francês é culpado por não impedir o ataque.

Ela deu uma entrevista à rede de TV francesa TF1.

Bougrab já foi ministra do governo do premiê Francois Fillon e faz parte de um partido de centro-direita da França.

Ela também afirmou que Charb era um idealista e defendia suas ideias até o fim.

Mais Internacional