Doença associada ao zika que causa paralisia amedronta Colômbia

Ao lado do Brasil, a Colômbia é um dos países mais afetados pela epidemia do vírus zika: são mais de 30 mil casos até agora.

Mas, diferentemente do vizinho, não é a microcefalia o que mais preocupa o governo colombiano.

Ali foi o aumento crescente do número de casos da Síndrome de Guillain-Barré que acendeu os alertas das autoridades de saúde.

Apenas em Cúcuta, no nordeste do país, 27 infectados pelo vírus zika apresentaram sintomas da rara doença, como paralisia muscular.

Fabian Medina contraiu zika e hoje mal consegue se movimentar.

Em entrevista à BBC, ele conta que não usou repelente e, com dificuldade nos movimentos, diz que tem um filho e está esperando um segundo.

Sua mulher está grávida de três meses.

Diante do surto, o governo colombiano vem tentando controlar os focos do mosquito Aedes Aegypti, mas sem sucesso.

Reportagem: John Sweeny, da BBC Brasil em Cúcuta (Colômbia)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos